terça, 02 de julho de 2019 - 11:12h
Ações de prevenção a IST’s ocorrem de forma simultânea na fronteira Amapá-Guiana Francesa
Atendimentos e serviços foram ofertados em ação no penúltimo dia da Semana de Saúde na Fronteira
Por: Nathan Zahlouth
Foto: Nathan Zahlouth
Cidades de Oiapoque e São Jorge sediaram edição do evento que trata da cooperação Brasil-França na saúde

Na quinta-feira, 27, a Semana da Saúde na Fronteira continuou entre a Guiana Francesa e o Amapá com ações simultâneas nos dois países, voltadas para o combate a Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s).

Em Oiapoque, foi feita ação com a comunidade nas proximidades da sede da ONG Associação de Desenvolvimento, Prevenção, Acompanhamento e Cooperação (DPAC) Fronteira. Foram disponibilizadas vacinas de rotina em crianças em adultos ofertada imunização para HPV, febre amarela, antitetânica, sarampo, meningocócica, dentre outras.

Houve também os serviços de emissão de CPF e cartão do SUS, realização de teste rápido para sífilis e hepatites B e C.

Além da SVS e da DPAC, INSS, Agência Super Fácil, Detran e Polícia Rodoviária Federal participaram da ação.

Lado francês

Em São Jorge, no lado francês, as ações ocorreram no Centro de Saúde da cidade com serviços de educação e saúde para IST’s, além de distribuição de contraceptivos e preservativos. As ações foram coordenadas pela médica da unidade, Aude Labaudiniére.

“Estamos mobilizando a sociedade nos dois países para que haja cooperação internacional no combate às IST’s. É fundamental, por conta da interação e relações que brasileiros e franceses têm na fronteira. Por isso, a ação deve ser conjunta visando a educação em saúde”, afirmou Ivon Cardoso, chefe da Divisão de Doenças Transmissíveis da SVS.

Programação

 A programação continuou em São Jorge com o debate feito sobre a saúde mental, a especialista de Guiana Dominique Larbert, da Agência Regional de Saúde (ARS), apresentou os dados sobre tentativa de suicídio e suicídio consumado na região.

Em Seguida, a diretora executiva da SVS, Iracilda Costa da Silva Pinto, apresentou os dados referentes ao Estado do Amapá. Benoit Van Gastel, organizador da Semana de Saúde na Fronteira, apresentou um programa de saúde na área indígena específico para o município de Camopi.

Atravessando a fronteira, no município de Oiapoque, na sede do Centro Integrado de Operação em Segurança Pública (Ciosp), o debate foi em torno de doenças transmitidas pela água. A médica especialista na temática, Mélanie Gaillet, do Hospital de Caiena, apresentou os dados transmitidos por protozoários presentes nos rios que as pessoas usam para beber, tomar banho, cozinhar e etc. Os dados do Brasil foram apresentados pelo médico Alexandre dos Anjos.

A SVS participou ainda do encontro apresentando um panorama com todas as doenças no Estado e em Oiapoque, discutindo as melhorias para notificar e melhorar o tratamento da população junto com a Secretária de Saúde do Município.

A Semana de Saúde na Fronteira encerrou na sexta-feira, 28, com a presença de autoridades.    

NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

SVS - Superintendência de Vigilância em Saúde
Rua 13 de Setembro nº 1889 - Bairro Buritizal - - gabinete@svs.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2019 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá